O meu objectivo ao criar este segundo Blog, foi o de dar a conhecer e relatar vários temas, factos e lendas, no campo mistico e esotérico, que desejo poder partilhar.
Aqui fica o meu pedido à todos os seus visitantes, para que se sintam livres em consultar e fazer parte dele.
Sejam livres... Questionem, critiquem, elogiem... Mas façam deste portal, um caminho pelo qual se sintam vivos ao passar...

O meu Abraço de Luz!

Mentuhenhat

A 4a Dimensão Em...

VISITANTES DESTE PORTAL

VISITE O MEU OUTRO BLOG

VISITE O MEU OUTRO BLOG
Carregue na Imagem para Abrir o Portal

A Estrada da Luz...

A Estrada da Luz...
Seja um viajante desta estrada...

segunda-feira, 20 de abril de 2009

(Re)Aproximar...


O trabalho fez-me estar afastado do universo Blog durante uns tempos... Mas isso fez-me andar a estudar o mundo a minha volta e em cada pequeno gesto ou pensamento descubro um pouco mais sobre o que me rodeia...
Uma das coisas em que mais tenho meditado nos últimos dias, é sobre o facto de vivermos tão perto fisicamente uns dos outros, mas ao mesmo tempo tão afastados intimamente...
Cruzamos-nos nas ruas, nos transportes públicos, nos estabelecimentos, nas grandes superfícies, nos espaços abertos, no emprego... e no entanto não nos conhecemos...
Enfrentamos os nossos olhares frios e distantes... em alguns consigo ler "sinto-me só", "tenho medo", "estou tão cansado", "estou triste", etc... Porque ainda não consegui descobrir se isto é um Dom ou uma maldição, mas desde tenra idade que consigo "ler" os olhares de outras pessoas, quer pessoalmente, quer através de fotos... e acreditem que isto muitas vezes magoa, pois enquanto me dizem algo com os lábios, o olhar diz-me outra e por isso, sei logo quando me estão a mentir ou a tentar iludir-me... Algumas das pessoas que atendo trazem-me fotos para que eu analise esta ou aquela pessoa, e nem sempre é bonito aquilo que vejo...
Hoje apenas vou deixar aqui uma mensagem: Tentem conhecer mais aqueles que vos rodeiam!
Antes de acreditarem na palavra que se alastra de boca em boca, como fogo num palheiro seco ou deixarem-se levar por medos ou receios que invadam os vossos corações, respirem fundo e tentem conhecer um pouco mais sobre aquele vizinha, aquele colega de trabalho, aquele parente distante, aquela pessoa que vai no transporte público connosco todas as manhãs...
Querem que voz ensine um segredo que ajuda muito? Sorriam! Sorriam muito... Pois um sorriso quebra o gelo, anula a distancia, aproxima as boas sensações, dá conforto, alastra mais sorrisos...
Se todos os dias sorrirmos, os outros quererão saber o porque de estarmos sempre a faze-lo e terão o desejo de querer também procurar serem assim... felizes como nós...

A todos vocês que me visitam e lêem estas palavras, o meu muito obrigado a todos e o meu Abraço de Luz!

*Image from Deviantart by LydenDesign

11 comentários:

Salamandra disse...

que haverá mais para dizer sobre este post, Maravilhoso.
Eu quando estou a falar com alguem tenho de olhar nos olhos,eu sei do que estás a falar, vê-se tanta coisa no espelho da alma e dói.Mas eu encaro como uma benção. Bem haja por ser quem é e por espalhar essa Luz e esse Sorriso.
Por hoje deixo-lhe o meu sorriso
:-) Namasté
Salamandra

Catarina Vitória disse...

Ois=)
Estou simplesmente sem palavras... Fiquei completamente muda com esta verdade que, muitas vezes as pessoas tentam ignorar. Ignoram porque assim,é mais fácil manter a distância íntima. Ignoram porque dói menos...E, acima de tudo, porque muitas vezes vivem mais preocupadas com o seu próprio umbigo para, sequer prestar atenção a muitos gritos de socorro que se escondem através de um simples olhar.
Continue a despertar Consciências e a espalhar Esperança e Luz.

Beijinho na sua alma

Shin Tau disse...

Bem-vindo, já fazia falta um dos seus textos para relembrar ensinamentos! E Obrigada pelas suas palavras no Grimoire!

Concordo plenamente com o que disse neste seu belo texto. É duro ver todas essas coisas, deixa-nos de rastos, por vezes, mas ajuda-nos a escolher bem quem devemos ter ao nosso lado, quem deve fazer parte da nossa Vida. Há sensivelmente um ano atrás fui desperta para ver o brilho da magia que as pessoas usam, e sabe como? Através do brilho que têm ou não no olhar, é uma ajuda preciosa saber as verdades que as palavras, os gestos trazem escondidos...às vezes são más, mas outras são boas, independentemente disso eu acho uma ajuda preciosa poder ver isso, pois leva-nos ao encontro da Verdade, limpa-nos o Caminho e desperta-nos para a Luz!

Curiosa essa sua técnica de ver as pessoas através das fotos! A minha avó também a usa, nunca se enganou!

Quanto aos sorrisos, aprendi, numa peça de teatro infantil, que é mais fácil conseguir o que se quer com um sorriso do que com a lâmina de uma espada! (Shakespear!) E é bem verdade, mas nem sempre conseguimos aquele sorriso aberto, às vezes só sai um meio-sorriso :)

Um abraço e espero que não se deixe abater pelas coisas menos boas que viu, vê e verá!

Shin Tau

Su disse...

Concordo:)
E por ser uma pessoa que chega aos sitios mais complicados a sorrir deixo-lhe um enorme sorriso e abraço de luz pelas sábias palavras!
Namasté!
Tenho um palpite que já nos cruzamos por aí :))

Léo disse...

Eu acho que é preciso que estas pessoas se abram para você as conhecer. Forçar um entendimento de uma pessoa alheia causa um tremendo sentimento de invasão ao qual causaria muito desconforto.

Direto do Brasil.
Um abraço.

Shin Tau disse...

Cucu...

para animar um pouco o seu dia e para agradecer as suas palavras de amizade, há um selinho à sua espera no Grimoire!

BEijoca

Multiolhares disse...

Sem duvida que um sorriso pode fazer muito por nós e pelos outros.
Quanto ao conhecermos os outros seres,desculpa eu discordar, mas é só a minha opinião que pouco vale, nós não nos conhecemos a nós próprios, não somos pessoas unas, somos movidas pelos nossos egos, tão depressa queremos algo como já não queremos, se não somos seres que possamos manter a palavra para sempre, até nos casamentos juramos estar para sempre com o outro passado algum tempo tudo acaba, então como podemos quer conhecer o nosso semelhante, penso que enquanto não fizermos um trabalho de conhecimento interior serio, dificilmente poderemos mudar como pessoas.
beijos

Isa Grou disse...

Olá Mentuhenhat,

Muito prazer... estou retribuindo sua visita ao meu blog...
Parabéns pelo teu espaço, gostei muito e com certeza voltarei mais vezes, viu!

Sobre o prêmio que ganhamos de Shin Tau, quero te dizer que adorei as suas palavras "de definição" do prêmio... então eu tomei a liberdade de usar a "sua definição" lá no meu blog também, ok!

Quanto a este belo texto...o sorriso... concordo com você, e acredito que é através do exemplo que transformamos...

Bjs.

Castelo de Asgard disse...

Namasté :)! Vim retribuir a visita ao Castelo e ver um pouco da sua Pirâmide. Para já, devo dizer que a página está cheia de particularidades giras (já fui ver o meu signo egípcio e achei graça o seu ascendente ser Touro - havemos de ter coisas em comum!). Parei neste texto porque me chamou a atenção com a descrição de como olha para as pessoas e consegue saber o que lhes vai no coração. Creio que esta capacidade de ler os sentimentos se chama "empatia", por oposição à "telepatia" que é a capacidade de ler os pensamentos. Gostava de discutir este tema, porque é algo que tem a ver comigo. Desde criança que tenho esta capacidade mas não sei o que fazer com ele. Aparentemente só me serve para compreender os outros, para ver com mais clareza, mas não posso ajudá-los, não me sei defender deles quando são pessoas hostis, não me sei servir do conhecimento para melhorar a minha vida... em suma, este dom parece nuvem que não chove. Tem piada que ainda ontem estive a falar sobre isto com um amigo (que também não me soube ajudar) e agora encontro o seu post que volta a fazer-me pensar no assunto...

Até já, vou continuar a ler o seu blog :)

Ariadne

António Rosa disse...

Gostei muito do seu blogue. Fiquei preso na leitura de vários posts. Delicadeza, sensibilidade e sabedoria.

Abraço

António

Azul Diamante* azul disse...

Muito interessante.

Continuarei a passar por aqui com muito gosto.