O meu objectivo ao criar este segundo Blog, foi o de dar a conhecer e relatar vários temas, factos e lendas, no campo mistico e esotérico, que desejo poder partilhar.
Aqui fica o meu pedido à todos os seus visitantes, para que se sintam livres em consultar e fazer parte dele.
Sejam livres... Questionem, critiquem, elogiem... Mas façam deste portal, um caminho pelo qual se sintam vivos ao passar...

O meu Abraço de Luz!

Mentuhenhat

A 4a Dimensão Em...

VISITANTES DESTE PORTAL

VISITE O MEU OUTRO BLOG

VISITE O MEU OUTRO BLOG
Carregue na Imagem para Abrir o Portal

A Estrada da Luz...

A Estrada da Luz...
Seja um viajante desta estrada...

domingo, 29 de março de 2009

Eco de Memórias...


Desde o dia em que somos concedidos pelo Grande Sol Central, nossa alma guarda todas a recordações das vivências espirituais de que já usufruiu…
Por isso, hoje gostaria de vos falar de recordações… Recordações de que não somos capazes de ter enquanto estamos encarnados, mas de que podemos ter pequenos fragmentos através de sonhos, de gostos pessoais ou de determinadas atitudes, ao longo do nosso dia a dia físico…
Alguns nascem com apetência para a música ou para as artes… Outros desejos intensos de seguirem uma determinada actividade física ou de escreverem livros… Outros ainda de seguirem um determinado ofício… Noutros casos tem-se muito medo de algo, ou gosta-se em demasia de algo… e em muitos destes casos, os proprietários de tudo isto, não conseguem explicar o porque de todos estes medos e desejos…
Na grande maioria dos casos, isto deve-se ao campo espiritual… Todos eles, em suas vidas passadas, foram vítimas de acções ou emoções que agora transparecem no novo corpo físico que ocupam…
No meu caso, por exemplo: eu tenho uma enorme paixão pelo Antigo Egipto… O que provavelmente virá do campo espiritual, eco de uma vida passada em que fui muito feliz durante minha vida física nesse local… Essa recordação passada ecoa agora dentro de mim, e embora não saiba quem tenha lá sido ou o que tenha lá feito, o que importa é que me sinto, maravilhosamente feliz sempre que vejo o mundo do Antigo Egipto…
E agradeço ao Grande Sol Central, o nosso Pai/Mãe Divino, cada um desses momentos em que me sinto invadido por essa felicidade dentro do meu coração…

“Obrigado Pai… Por cada um dos momentos em que sinto a Luz brilhar dentro de mim… Pois sei que é um pouco de Ti que se acende em mim… Apenas um pouquinho muito pequenino daquela energia sem fim que sentirei no dia em que me voltar a unir a ti… Obrigado, por todo o Teu Amor!... Tu nunca te esqueces de nós… Ajuda-nos a não nos esquecermos também de ti… Nós Te amamos!”

A todos vocês, o meu Abraço de Luz!

*Image from Deviantart by Gamechaser

11 comentários:

Léo disse...

Eu tenho uma grande admiração pelo feminino. Minha amiga Bruxinha já me alertou sobre esse desempenhar do meu lado feminino.

Tenho também uma saudade tremenda quando olho para as estrelas. Uma amiga minha me disse que minha alma sente saudade de casa. E eu acredito muito nela.

Direto do Brasil.
Um abraço.

Catarina Vitória disse...

Se há uma coisa de que sinto sempre muita falta é a liberdade! Apesar de ser livre sinto sempre que não o sou a 100%. Por vezes, estar dentro de quatro paredes é um autêntico sufoco. É como se eu precisasse de estar em contacto com a natureza para me sentir totalmente livre. Às vezes acho que, noutra vida, devo ter vivido sempre em contacto com a natureza. Só assim se explica a minha constante necessidade de estar junto da pureza das florestas. É como se recordasse tempos vividos em completa união com a natureza. Sinto falta disso! Sinto falta de uma vida de que não me lembro mas que, com muita certeza, posso dizer que vivi.

Beijinho na sua alma

Eliane Santoro da Costa disse...

Gostei muito do seu blog que tem textos muito interessantes sobre o espiritual.
Concordo que temos a sensação de resquícios de outra encarnação e que trazemos para essa.

Que possamos estar sempre ligados a essa luz interior!

Muita luz!

Ana Martins disse...

Olá, grata pela visita e comentário, muito bom e interessante o seu blogue.
Voltarei!

Beijinhos,
Ana Martins

gabyshiffer disse...

Tenho o meu lado espiritual muito vivo dentro de mim...
meu lado mulher é forte mas acho que sou uma alma antiga...e por isso devo ter sido homem também...
outra coisa que sinto é uma vontade enorme de saber tudo...
mas os mistérios sempre são ocultos...
minha natureza é livre, mas meu corpo não...
me prendo as pessoas...
mas felizmente não as coisas materiais...
mas sei que tenho corpo físico e por isso não deixo de apreciar coisas do corpo
Bem agradeço pelas suas palavras
é sempre bom vir aqui e conhecer mais de nós mesmos
Bom começo de semana pra vc
Beijos na alma!

Salamandra disse...

Muito interessante este seu post.
eu tenho uma recordação bem viva, recordo-me de estar a cavalgar á frente de um exercito, levava um estandarte na mão, tinha uma longa trança,a percepção que tenho é que ia levar uma mensagem pois entrei num castelo, e era mulher.
Tenho estes pequenos fragmentos desta e doutras que claro não as completo na totalidade.
Gostei muito desta sua abordagem.
Um abraço de alma luminoso
salamandra

Jeanne disse...

Explica também o motivo porque às vezes a gente tem uma nostalgia indefinível, na verdade temos inúmeras recordações nos escaninhos da alma...
Beijos

*Lisa_B* disse...

Olá
Obrigada pela força nas visitas que me dá...
Hoje foi minha vez de aqui passar retribuir e ler um pouco mais...
Dá paz...
luz...
obrigada

Aproveito para lembrar que hoje e o dia mundial da consciencialização do autismo, passe em meu blog please :-)
Beijinhos

Multiolhares disse...

Reencarnamos e, corpos físicos, mas a alma continua a mesma,
a nossa chispa divina não muda, vai acumulando experiencias,
e está dito que passamos neste plano tridimensional mais ou menos o mesmo caminho,
dependendo do karma que vamos acumulando, assim é natural que vamos de vez em quando sentindo que já estivemos em certo local, que já passamos por certos acontecimentos enfim, recordações que surgem, no fundo são varias encarnações com os mesmos processos de aprendizagem
beijos

Mentuhenhat disse...

Obrigado a todos!
Vocês são o meu Caminho de Luz, em cada uma das vossas palavras!

O meu obrigado e um Abraço de Luz!

Shin Tau disse...

Eu também tenho essa identificação com o Egipto, mas as minhas erecordações nem sempre são assim tão boas. Já estive para lá ir, mas na hora dá-me medo...
Onde acho que já fui muito feliz foi no Japão :) Essa cultura é que e traz muita felicidade, sempre que vejo algo desse país fico em paz.

Obrigada pela sua partilha e pelas suas palavras sempre cheias de incentivos...em breve falarei deste tema no Grimoire, técnicas para ir ao encontro dos nossos Arquivos Passados, pois ando a estudar esse assunto! Contarei depois com as suas palavras :)

Um abraço

Shin Tau